quinta-feira, 14 de Outubro de 2010

Fósseis de primeiras plantas encontrados na Argentina

Uma equipa de cientistas encontrou, na Argentina, esporos fossilizados, com idades entre 471 e 473 milhões de anos, de plantas de cinco espécies e que, de acordo com as análises feitas, são os mais antigos encontrados até agora. Esta descoberta fornece evidências que a origem das plantas terrestres terá ocorrido 8 a 12 milhões de anos mais cedo do que se pensava.

Planta hepática (actual), Conocephalum conicum - Fonte: wikipedia

Os fósseis encontrados são de plantas hepáticas, que pertencem à divisão Marchantiophytas. São organismos bastante primitivos, sem caule ou raiz, que podem ter evoluído a partir de algas verdes de água doce. Esta descoberta reforça a ideia que as hepáticas são as ancestrais de todas as plantas terrestres, isto é, foram elas que migraram da água para a terra firme e originaram todas as outras, até às plantas com sementes.
De acordo com os cientistas, a descoberta de espécies diferentes mostra que as plantas já tinham começado a se diversificar, logo a colonização da terra terá acontecido antes. Eles calculam que deve ter ocorrido no início do período Ordoviciano (entre 488 e 472 milhões de anos atrás) ou mesmo no final do período Cambriano (entre 499 e 488 milhões de anos atrás), no antigo continente Gondwana, de que fazia parte a actual América do Sul, onde foram encontrados os fósseis.

Há muito que se procura compreender quando as plantas passaram a colonizar a terra firme. A origem das plantas terrestres foi um dos acontecimentos mais importantes na história da vida na Terra. Foi o maior evento macroevolutivo com profundas consequências ecológicas, mas também teve efeitos enormes no ambiente do nosso planeta, como a alteração da composição da atmosfera, a desagregação das rochas e a formação do solo e, por isso, desde sempre as plantas foram e continuam a ser fundamentais nos ciclos climático, geológico e bioquímico, essenciais para a continuação da vida na Terra.
Mais informações aqui.

Sem comentários: